Teatro Carlos Gomes, no Centro do Rio, reabre após passar pela maior reforma de sua história – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

julho 1, 2024 Off Por Admin

Teatro Carlos Gomes, no Centro, reabre após passar pela maior reforma de sua história – Marcelo Piu/ Prefeitura do Rio

Aos 152 anos de existência, o Teatro Carlos Gomes, na Praça Tiradentes, foi reinaugurado pela Prefeitura do Rio na noite desta segunda-feira (1/7), após a maior reforma de sua história. A reabertura aconteceu com a entrega do 18º Prêmio APTR (Associação dos Produtores de Teatro), que premia os profissionais dos palcos teatrais de todo o Brasil.

O primeiro espetáculo a entrar em cartaz após a retomada será “Bibi uma vida em musical”, a partir do dia 25 de julho, com direção de Tadeu Aguiar, contando a história familiar, profissional e amorosa da grande artista brasileira, Bibi Ferreira. Participaram da solenidade o prefeito Eduardo Paes, o secretário municipal de Cultura, Marcelo Calero, autoridades e artistas.

– É com muita alegria que entrego esse teatro a vocês. A pandemia mostrou a importância da cultura, que naquele momento foi um alento pra todos nós.  E nada expressa melhor a nossa identidade do que a nossa cultura. Não estamos fazendo mais que a nossa obrigação ao poder devolver esse equipamento tão importante, lindo e histórico à cidade. Ele é um elemento de construção e revitalização do Centro da cidade. E, certamente apostando na cultura estamos também apostando na economia da cidade. A identidade carioca é criada pela arte e a cultura de vocês – disse o prefeito.

Com investimento de mais de R$ 16 milhões, o teatro entrou em obras em novembro de 2021, ano em que completou 150 anos. Tão imponente quanto importante, este espaço carioca das artes cênicas  passou por obras de reforma, modernização e requalificação, o que inclui substituição completa do sistema de ar condicionado e elevadores, recuperação das instalações elétricas e hidráulicas, reforma completa dos 11 camarins, restauração de todos os elementos históricos, novo sistema de som, luz e cenotécnica, novo sistema de prevenção e combate a incêndio, nova configuração de plateia e balcões, além de cadeiras, acessibilidade para público e artistas; revitalização dos salões Guarani e Paraíso, (climatizados e reformados), recuperação total da fachada, tratamento de iluminação cênica e revisão estrutural completa.

A obra foi realizada pela Empresa Municipal de Urbanização (RioUrbe). Renovado, o Carlos Gomes será o mais moderno teatro da cidade. Em estilo art déco, tem um espaço para cafeteria, copa e foyer com mesas e cadeiras. O equipamento ocupa um imóvel tombado por sua importância arquitetônica, histórica e cultural. E mais: vai se prestar a receber inúmeras e múltiplas formas de experiências, desde pocket shows até eventos gastronômicos, passando por ensaios abertos, working in progress e prêmios.

O secretário de Cultura Marcelo Calero lembrou todo o empenho da Prefeitura do Rio em recuperar a cultura, que estava relegada a segundo plano na cidade.

– Tivemos o maior orçamento que a Secretaria de Cultura já teve e nessas últimas semanas entregamos bibliotecas, museus, cinemas e reabrimos teatros, como o Carlos Gomes. Essa é uma gestão que reabre teatros e nós estamos muito orgulhosos disso- disse Calero.

De Grande Otelo e Procópio Ferreira a Eva Todor e Bibi Ferreira

Localizado no Centro do Rio, junto à tradicional Praça Tiradentes, o Carlos Gomes é considerado um dos mais antigos e importantes teatros da cidade, sendo mais antigo até mesmo que o Theatro Municipal (1909). Inaugurado em 1872 com o nome Casino Franco-Brésilien, já se chamou também Teatro Santana, até que no início do século XX foi rebatizado em homenagem a Carlos Gomes, o mais importante compositor de ópera brasileiro, autor de “O Guarani”.

Em 1929, o teatro sofreu um incêndio e foi então reconstruído em estilo art déco. O teatro sofreu outros incêndios em 1950 e 1960. Em 1988, foi comprado pela Prefeitura do Rio e entregue para população em 1992 depois de uma reforma estrutural.

Já pisaram naquele palco grandes nomes da dramaturgia brasileira, como Grande Otelo, Eva Todor, Bibi Ferreira, Vicente Celestino, Dulcina de Moraes, Procópio Ferreira e Elke Maravilha.

Impossível falar do Teatro Carlos Gomes e não considerar seu entorno, um fervo cultural na Praça Tiradentes, formado ainda por Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro (CRAB), Centro Municipal de Artes Hélio Oiticica, Teatro João Caetano Real Gabinete Português de Leitura, Galeria de Arte Gentil Carioca, entre outros.

Primeira atração do teatro renovado será dedicada à Bibi Ferreira

A primeira atração do novo Teatro Carlos Gomes será um musical, dedicado à Bibi Ferreira. Em cartaz de 25 de julho a 18 de agosto, “Bibi uma vida em musical” terá direção de Tadeu Aguiar e contará a história familiar, profissional e amorosa da artista de ascendência portuguesa e espanhola, filha do ator brasileiro Procópio Ferreira e da bailarina argentina Aída Izquierdo.

Categoria:

  • 1 de julho de 2024
  • Marcações: arte Cultura obras de revitalização reforma teatro Teatro Carlos Gomes