Programa Coração Pessoense segue salvando vidas no Hospital Municipal Santa Isabel

junho 14, 2024 Off Por Admin

O programa Coração Pessoense da Prefeitura de João Pessoa, executado pelo Serviço de Hemodinâmica do Hospital Municipal Santa Isabel (HMSI), qualificou a assistência cardiovascular ofertada aos usuários da rede municipal de saúde e segue, de forma rápida, eficiente e efetiva, salvando vidas. Até o momento já são 2.128 mil procedimentos realizados, sendo a maioria cateterismos e angioplastias. Só este ano foram mais de 500 procedimentos.

O trabalho é reconhecido e elogiado por pacientes e familiares, que relatam histórias de superação e, conforme depoimento de alguns, até de ‘milagre’. É o caso do policial civil Alexandre Magno Costa Freire, 48 anos, que sofreu dois infartos no dia 14 de maio, chegando, inclusive, a passar por três reanimações antes de ser submetido ao cateterismo e uma angioplastia no Hospital Santa Isabel.

Ele conta que estava em uma academia no Geisel, bairro onde mora, quando começou a sentir dores fortes no peito. “Eu senti uma dor estranha e liguei para um amigo pedindo ajuda e disse que estava infartando”, lembra. Magno possui plano de saúde, mas o amigo achou melhor, pela proximidade, levá-lo para o Complexo Hospitalar de Mangabeira, onde ele recebeu os primeiros atendimentos.

“Do carro já me colocaram na maca e eu fui direto para a área vermelha. Eu estava em choque, com aquela dor horrível. Fizeram a primeira reanimação e eu não voltei. O médico fez a segunda reanimação, com o desfibrilador, eu não voltei. Na última tentativa Jesus me puxou e eu retornei. Eu passei cinco minutos e 30 segundos em óbito, com o coração parado. Quando eu retornei, me colocaram numa ambulância e mandaram para o Hospital Santa Isabel, onde fiz o cateterismo e a angioplastia”, conta o policial, que está em plena recuperação.

Um fato que chamou a atenção do policial foi a agilidade no atendimento. “Entre eu ser atendido no Trauminha e chegar à sala do Santa Isabel durou pouco mais de uma hora. Hoje eu agradeço primeiramente a Deus e depois a toda equipe do Trauminha e do Santa Isabel. Eu devo minha vida ao Santa Isabel e ao SUS pelo pronto atendimento”, agradece emocionado.

Alexandre Magno também destacou o atendimento humanizado que recebeu no HMSI. “Além do atendimento extremamente profissional, eficaz e rápido, o atendimento humanitário das pessoas que estiveram comigo durante a semana em que fiquei no Hospital Santa Isabel, tanto na parte da UTI quanto na parte da enfermaria, da assistência social, da direção, foi um diferencial muito grande. E hoje eu estou aqui para testemunhar que literalmente o serviço de saúde na Capital, o SUS, salva vidas”, declarou ele que esteve esta semana no hospital para agradecer aos profissionais pelo zelo e carinho.

A aposentada Marli Vieira também elogia o tratamento recebido no hospital. Ela sofreu um infarto no ano passado e hoje é só gratidão pelo atendimento que lhe salvou a vida.  “Em março do ano passado eu passei mal. Assim que cheguei ao Hospital Santa Isabel, já entrei na sala. O que deixou marcado foi a agilidade, a dedicação, atenção e o carinho. Eles estão ali para salvar, são anjos salva-vidas. Sou muita grata”, conta emocionada.

Outro paciente atendido pelo serviço foi seu Zilton Barbosa do Nascimento, de 68 anos. “A equipe toda foi maravilhosa. Quando cheguei ao hospital, onde fiz um cateterismo, todos me atenderam muito bem, dos enfermeiros aos médicos. Correu tudo bem e minha recuperação foi ótima”, comemora o aposentado, que fez o procedimento em fevereiro desse ano.

Em janeiro, Vanize Alves de Lima, 71 anos, também foi atendida pelo serviço de Hemodinâmica do Hospital Municipal Santa Isabel, onde fez uma angioplastia. “Ela foi muito bem atendida e hoje está muito bem. A cirurgia ocorreu perfeitamente, os médicos foram muito atenciosos. Somos muito gratos pelo atendimento no hospital”, disse Mardony, filho da aposentada.

Serviço de Hemodinâmica – No Santa Isabel, os pacientes recebem assistência especializada de alto padrão. Entre os procedimentos realizados estão cateterismo cardíaco e angioplastia coronária com implante de stent farmacológico. A equipe, coordenada pelo médico cardiologista Fulvio Petrucci, é formada por cardiologistas, médicos hemodinamicistas, anestesistas, enfermeiros, técnicos de raios X e de enfermagem.

O serviço atende urgência referenciada das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) dos pacientes em quadro de infarto. Este funciona 24 horas, todos os dias da semana, e conta com uma ambulância exclusiva para atender essa especialidade, a ambulância do coração, destinada exclusivamente ao atendimento de ocorrências cardiológicas. Totalmente equipado para atender os pacientes infartados, o veículo vai até o paciente na UPA em que ele se encontra ou em outra unidade que necessite da assistência municipal e faz a transferência, em tempo hábil, para o Santa Isabel, referência no atendimento de ocorrências cardíacas.