Prefeitura de Sorocaba oferece cursos de férias gratuitos nos parques no mês de julho – Agência de Notícias

junho 24, 2024 Off Por Admin

Pais e filhos já podem se preparar para a programação gratuita de férias, que ocorrerá, no mês de julho, em quatro parques de Sorocaba: Zoológico Municipal “Quinzinho de Barros”, Biquinha, Água Vermelha “João Câncio Pereira” e Jardim Botânico “Irmãos Villas-Bôas”.

As atividades são promovidas pela Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria do Meio Ambiente, Proteção e Bem-Estar Animal (Sema), com o objetivo de aproveitar esta época de recesso escolar para ensinar crianças e seus familiares um pouco mais sobre meio ambiente, além de promover a conexão deles com a natureza e o lazer ao ar livre.

Cada parque terá uma programação voltada a uma determinada faixa etária, com temas e propostas diferentes, e períodos específicos. A ideia da Sema é proporcionar a todos um lazer educativo em contato com a natureza, estimulando uma infância saudável, por meio de atividades lúdicas que despertem para o protagonismo e o cuidado com o meio ambiente.

Mais informações podem ser obtidas de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, pelo e-mail: [email protected] ou pelo telefone: (15) 3219-2280.

Jardim Botânico

O Jardim Botânico “Irmãos Villas-Bôas” preparou uma programação especial do “Férias no Jardim”, voltada a crianças de 10 a 12 anos, de 4 a 6 de julho, das 8h às 12h. Os pais ou responsáveis devem fazer a inscrição, a partir das 9h desta quarta-feira (26), pelo link: https://tinyurl.com/cursoferiasnojardim.

O objetivo da ação, que tem como tema “Irmãos Villas-Bôas e os povos indígenas, os guardiões da natureza”, é proporcionar o contato com a natureza, por meio de oficinas educativas e brincadeiras, e ensinar conceitos importantes para o desenvolvimento de uma consciência crítica sobre a importância da conservação da biodiversidade.

Nesta edição, o “Férias no Jardim” contará aos participantes a história dos irmãos Villas-Bôas, importantes sertanistas e indigenistas brasileiros, heróis na defesa dos povos indígenas e responsáveis pela criação da primeira reserva indígena do Brasil, o Território Indígena do Xingu, maior reserva brasileira que abriga hoje 16 povos indígenas.

Além de conhecer essa história, os participantes terão a oportunidade de aprender um pouco sobre alguns elementos da cultura indígena e sobre a importância desses povos para a conservação da biodiversidade, refletindo sobre as nossas diferenças culturais e sobre como nosso modo de vida impacta a natureza.

A cada dia, serão realizadas diferentes atividades. No dia 4 de julho (quinta-feira), a Sema apresentará os irmãos Villas-Bôas e vai oferecer oficina com argila, minitear e brincadeira com arco e flecha. No dia 5 de julho (sexta-feira), terá oficina de tintas naturais, artesanato com miçangas de papel e sementes e uma trilha em um fragmento de vegetação natural. Já no dia 6 de julho (sábado), as crianças participarão de um bate-papo sobre biodiversidade, farão a observação de insetos e uma oficina de identificação de plantas.

De acordo com a Sema, serão oferecidas 30 vagas, que serão preenchidas por ordem de inscrição. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail: [email protected]. O Jardim Botânico fica na Rua Miguel Montoro Lozano, 340, no Jardim Dois Corações, e funciona de terça a domingo, das 9h às 17h. A entrada é gratuita.

Zoológico Municipal

O Parque Zoológico Municipal “Quinzinho de Barros” sediará, de 16 a 19 de julho, das 8h às 12h, o curso de férias “Animazoo”, voltado a crianças e adolescentes, de 6 a 15 anos. As inscrições deverão ser feitas neste sábado (29), das 9h às 12h, na Secretaria do Meio Ambiente, Proteção e Bem-Estar Animal, localizada na Rua Santa Maria, 197, na Vila Hortência. As vagas são limitadas e serão preenchidas por ordem de chegada.

Com o tema “Os animais do passado e os animais de agora”, esse curso tem como objetivo possibilitar que as crianças e adolescentes vivenciem uma experiência diferente no zoológico, com a junção entre o universo da animação “A Era do Gelo” e o dia a dia do zoo.

Repleta de diversão, a programação vai abordar a Terra quando ainda era um surpreendente mundo pré-histórico com os enormes animais que a habitavam e hoje estão extintos. A partir daí será feito um paralelo com os animais que existem atualmente e os danos que o homem está causando ao planeta.

A programação ocorrerá nos dias 16 e 17 de julho para crianças de 6 a 10 anos e, nos dias 18 e 19 de julho, para crianças e adolescentes, entre 11 e 15 anos. Mais uma vez, esta edição do “Animazoo” contará com atividades lúdicas e o tradicional jogo final.

A participação é gratuita e a inscrição deve ser feita presencialmente, sendo que a ocupação das vagas se dará mediante ordem de chegada para a realização da inscrição. Os pais ou responsáveis deverão apresentar, no momento da inscrição, uma cópia do RG ou Certidão de Nascimento da criança ou adolescente.

Mais atividades no Zoológico Municipal de Sorocaba

A programação educativa de férias do Zoológico Municipal ainda contará com mais três atividades especiais: Conhecendo o Museu de Zoologia, Conhecendo os Bastidores do Zoo e Conhecendo os animais idosos do Zoo.

Nos dias 12 e 26 de julho (sexta-feira), das 14h30 às 16h30, e no dia 20 de julho (sábado), das 9h30 às 12h30, quem for ao Zoológico Municipal de Sorocaba poderá entrar no Museu de Zoologia e conhecer mais de perto seu acervo, composto por peças biológicas e animais taxidermizados (“empalhados”). A atividade tem como objetivo despertar a curiosidade sobre os animais e permitir aos visitantes perceberem que cada animal tem características únicas, de modo a sensibilizá-los para a conservação da biodiversidade.

O Museu de Zoologia do Zoo de Sorocaba, inaugurado em 1988, conta com cerca de mil peças, como os famosos animais taxidermizados (popularmente conhecidos como “empalhados”), além de crânios, esqueletos, animais conservados em álcool, penas, ovos, bicos, entre outros.

Durante a visita, as pessoas verão de perto algumas peças bastante curiosas ou raras, como o enorme crânio de hipopótamo (que muitos visitantes acham ser de um dinossauro), o pequeno tamanduaí taxidermizado (que é a menor espécie de tamanduá existente) e a famosa barata gigante (que na verdade é um crustáceo, ou seja, parente do camarão).

Para a visita ao Museu de Zoologia, não há necessidade de inscrição, bastando estar presente no dia, horário e local. Será permitida a entrada de 20 pessoas, por vez, e a participação será por ordem de chegada. A duração da visita é de cerca de 20 minutos.

Já na atividade Conhecendo os animais idosos do Zoo, que ocorrerá nos dias 13 e 27 de julho (sábado), o público que visitar o zoológico poderá ver como é o tratamento carinhoso e especial que os animais do “Quinzinho de Barros” recebem. O intuito é tornar o público mais próximo do Zoo, gerando uma identificação com os animais e sensibilizando para a proteção da natureza.

Os animais que estão na natureza, geralmente, vivem menos tempo do que aqueles que estão sob cuidados humanos nos zoológicos. Isso porque os animais dos Zoos estão livre de predadores, possuem abrigo, passam por cuidados médicos frequentes e recebem uma alimentação de qualidade e balanceada.

No Zoo de Sorocaba, os visitantes terão a oportunidade de conhecer mais sobre o macaco mandril, o hipopótamo e o elefante, que podem ser considerados “idosos”, porque sua idade está próxima ou, até mesmo, supera o tempo de vida que é estimado para outros indivíduos da mesma espécie.

A atividade ocorrerá em frente aos recintos das espécies em horários diferentes: às 10h, o público poderá ver o elefante; às 10h30, os hipopótamos; e às 11h, o macaco mandril. Para participar da atividade, o munícipe tem que estar presente no dia e horário, em frente ao recinto de cada espécie, sem necessidade de inscrição prévia.

Por fim, na atividade Conhecendo os Bastidores do Zoo, que ocorrerá no dia 20 de julho, às 10h30 e às 11h30, os visitantes do zoo terão a oportunidade de conhecer um pouco do funcionamento interno do parque, por meio de uma visita monitorada especial.

O objetivo é apresentar ao público um pouco mais sobre o zoológico e o importante trabalho desenvolvido de conservação, pesquisa, bem-estar animal, educação ambiental e lazer, que são as cinco funções de um zoológico moderno.

Lá, eles conhecerão o Setor de Nutrição, responsável por elaborar e garantir que os animais recebam uma alimentação balanceada e de acordo com suas necessidades, e o Setor de Biologia e Veterinária, responsável por garantir a saúde e o bem-estar dos animais do Zoo.

As pessoas interessadas em participar devem estar presentes no dia e horário, em frente ao recinto das antas. Será permitida a entrada de 20 pessoas, por vez, e a participação será por ordem de chegada.

O Parque Zoológico Municipal está localizado na Rua Theodoro Kaisel, 883, na Vila Hortência, e é aberto de terça a domingo, das 9h às 17h, sendo que a bilheteria funciona até as 16h. Os ingressos custam R$ 8, para pessoas de 12 a 59 anos; e R$ 4, para crianças de 6 a 11 anos, além de estudantes dos ensinos Fundamental, Médio, Técnico ou Superior, reconhecidos pelo MEC, mediante comprovação de matrícula ou carteira estudantil dentro do prazo de validade. Crianças até 5 anos, idosos acima de 60 anos completos e pessoa com deficiência, garantindo-se também ao seu acompanhante, quando necessário e quando comprovada essa condição, são isentos de pagamento do ingresso.

Parque da Biquinha

No Parque da Biquinha, crianças de 8 a 10 anos e seus familiares poderão participar da programação “Um dia de aventura no parque”, no dia 12 de julho, das 9h às 13h, e no dia 13 de julho, das 9h às 12h, com diferentes atividades lúdicas, como oficinas, trilhas e jogos cooperativos com o tema “Conhecendo os Anfíbios”.

A ideia da Sema é envolver pais e familiares nas atividades, para que o conceito de lazer saudável seja incorporado nas famílias, proporcionando sensibilização e possíveis mudanças de hábitos nesse período de férias escolares das crianças, que normalmente acabam indo somente a locais fechados. A programação também visa proporcionar as crianças um lazer educativo, estimulando uma infância saudável, por meio de atividades lúdicas que despertam para o protagonismo juvenil e o cuidado com o meio ambiente.

Durante o curso de férias, as crianças terão a oportunidade de conhecer e aprender sobre a diversidade dos anfíbios, diferenciar as espécies, desmistificar lendas e crenças, reconhecendo assim o importante papel ecológico desses pequenos animais nas florestas e, principalmente, nas áreas urbanas.

Os anfíbios desempenham a função de manutenção dos ecossistemas saudáveis, porque são indicadores da qualidade ambiental, pois são muito sensíveis as mudanças no ambiente. Os sapos, rãs e pererecas (anfíbios anuros) controlarem as populações de insetos, como por exemplo o mosquito (Aedes aegypti) que transmite a dengue nas áreas urbanas, uma vez que eles se alimentam deles.

A programação também contará com uma tarefa social de arrecadação de materiais de higiene infantis (shampoo, sabonetes, escovas, pasta de dentes, entre outros), que serão destinadas a entidades cadastradas junto ao Fundo de Solidariedade Social (FSS) de Sorocaba.

As inscrições deverão ser feitas por um responsável no dia 1 de julho (segunda-feira), das 8h às 12h, no próprio Parque da Biquinha, com um documento da criança. Serão disponibilizadas 40 vagas, que serão preenchidas por ordem de chegada. O Parque da Biquinha está localizado na Avenida Comendador Pereira Inácio, 1.112, no Jardim Emília.

Parque da Água Vermelha

Por fim, de 24 a 26 de julho, das 8h às 12h30, a Sema e o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) realizarão o curso de férias “Aquagito”, com o tema “Reconnect já!”, voltado a crianças de 6 a 8 anos, que contará com oficinas, trilhas, brincadeiras, jogos, entre outras atividades especiais.

Com apoio da Casa Tapadê: Yoga para Crianças e Hape Consciência Funcional: Kung Fu para Crianças, o curso de férias tem como intuito proporcionar às crianças a conexão com a natureza e com a sua biodiversidade de elementos, considerando elas mesma como parte integrante.

A conexão com a natureza durante a infância é essencial para o desenvolvimento saudável, considerando os aspectos que o envolvem, sendo eles intelectual, emocional, social, espiritual e físico. Estudos indicam que, quando esse contato é insuficiente, os impactos vão da obesidade infantil à depressão.

Os pais ou responsáveis deverão inscrever as crianças, nos dias 3 e 4 de julho, das 8h30 às 12h, no Parque da Água Vermelha, com um documento da criança. Serão oferecidas 40 vagas, que serão preenchidas por ordem de chegada. O Parque da Água Vermelha está localizado na Rua România, 150, no Jardim Europa.