Junina Fogueirinha é a campeã do Festival de Quadrilhas Juninas 2024

junho 13, 2024 Off Por Admin

A junina Fogueirinha, do bairro de Cruz das Armas, é a campeã do Festival de Quadrilhas Juninas de João Pessoa 2024. O resultado foi anunciado na noite dessa terça-feira (11) pela Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) e Liga das Quadrilhas Juninas da Capital. Em segundo, ficou a Sanfona Branca, de Mangabeira, e, em terceiro, a Lageiro Seco, do bairro do Roger. As três se classificam para a etapa estadual. Nesta quarta-feira (12), se apresentam seis juninas do grupo B e tem show da cantora Myra Maya.

“Nós já realizamos duas belíssimas noites de festival de quadrilhas na arena que construímos no Busto de Tamandaré, um ambiente amplo, muito confortável para o público, muito acolhedor para as quadrilhas juninas. Mas, o fundamental de tudo isso, além dessa estrutura que a Prefeitura e a Funjope disponibilizam para as juninas, o que tem nos chamado mais a atenção é a energia, a força e a vitalidade das próprias quadrilhas para o espetáculo”, avaliou o diretor executivo da Funjope, Marcus Alves.

Ele observou que a noite dessa terça-feira foi realmente grandiosa. “Nós tivemos três fortes quadrilhas juninas premiadas: Fogueirinha, Sanfona Branca e Lageiro Seco. Não é à toa que elas ficaram em primeiro, segundo e terceiro lugar. Foram realmente muito intensas e apresentaram um espetáculo grandioso, maravilhoso para o público que também lotou novamente as arquibancadas e toda a arena”, ressaltou.

Marcus Alves também disse ser muito grato a todos que contribuem para o sucesso do evento. “Nós só temos a agradecer ao empenho da Liga das Quadrilhas, à entrega das juninas e reafirmar que o pessoense e o turista realmente abraçaram, acolheram fortemente o nosso Festival de Quadrilhas Juninas”, acrescentou.

O presidente da Liga das Quadrilhas Juninas de João Pessoa, Edson Pessoa, comemorou a presença do público. “Esses dois primeiros dias em que se apresentaram as quadrilhas do grupo A, que são as maiores, foi um sucesso total. O público aplaudiu muito, todo mundo gostou e, cada vez mais, a população que passa ali no local do concurso se torna mais presente. A arena montada esse ano pela Prefeitura de João Pessoa já está se tornando pequena porque foi um público gigante que amou as apresentações”, constatou.

Público – De Santa Catarina, a passeio em João Pessoa, a aposentada Nilda Hoffmann foi só elogios ao evento. “Lá nós temos um pouco parecido e gostamos bastante, mas queríamos ver a original e, por isso, viemos. Gostamos muito do local. Está lindo”, declarou.

A massoterapeuta Fábia Mendes da Silva disse que a mudança de local foi muito positiva. “Achei maravilhoso vir para a praia. Além do espaço, tem muitos lugares para caminhar. Não fica tumultuado. O clima também está bom. Está aprovadíssimo. Eu gosto muito dessa tradição das quadrilhas, mas nunca tinha ido ver. Aqui se tornou mais bem localizado, facilitou o acesso”, opinou.

O aposentado Marcelino de Sousa é de Brasília e está em João Pessoa a passeio. Como é fã de festejos juninos, aproveitou a oportunidade para acompanhar o Festival de Quadrilhas. “Na minha infância, dancei muita quadrilha. É muito bom e eu vim matar um pouquinho da saudade. Estou gostando muito”, afirmou.

Comerciantes – Quem vai trabalhar no comércio ambulante durante o evento também aproveita para se divertir. É o caso da sushiwoman Sabrina Reis. De Santa Catarina, ela se mudou há um ano para João Pessoa. “É minha primeira vez no São João nordestino e estou juntando o útil ao agradável” contou ela, que comercializa bebidas.

Para a tatuadora Mayara Lopes, que também estava vendendo bebidas, o local está aprovado. “Aqui é um lugar padrão. Vejo muitas famílias vindo para cá no final de semana justamente por ser aberto. Achei um lugar interessante e acessível, bastante central. Eu, que sou de Pernambuco e estou morando aqui há pouco tempo, gostei bastante”, elogiou.

O comerciante Isaac da Silva disse que está animado com as vendas de caipirinha e caipirosca. “Aqui ficou muito melhor. É um lugar mais aberto, conhecido, as pessoas ficam mais à vontade, além de ser bastante acessível. Ficou bom, gostei muito. Além disso, aqui na praia tem o diferencial de que atrai o turista também que está hospedado na orla. Dificilmente eles iriam para o Almeidão”, observou.

Segurança – O Festival de Quadrilhas Juninas de João Pessoa conta com segurança reforçada e a presença de policiais militares em todos os espaços.

Por noite, entre Guarda Municipal e Polícia Militar, são mais de 200 agentes de segurança trabalhando exclusivamente no evento, além do patrulhamento normal.

Da Polícia Militar, atuam a cavalaria, motocicletas, ciclopatrulha do Batalhão de Turismo, viaturas e policiamento a pé.

Integração – O trabalho é uma ação integrada da Prefeitura de João Pessoa e Governo do Estado, envolvendo várias secretarias como a Comunicação (Secom), Infraestrutura (Seinfra), Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Saúde (SMS), Meio Ambiente (Semam), Segurança Pública Municipal (Semusb) com a Guarda Municipal, Mobilidade Urbana (Semob), Limpeza Urbana (Emlur), Polícia Militar, Samu, Corpo de Bombeiros.

Festival Municipal – O Festival Municipal de Quadrilhas Juninas acontece de 10 a 13 de junho, envolvendo, em média, cinco juninas a cada noite. Este ano, assim como aconteceu em 2023, João Pessoa recebe, além da etapa municipal, a estadual. No dia 14, acontecem os desfiles dos destaques juninos da capital: casais de noivos, rainhas, casais juninos, rainha da diversidade.

As campeãs do Grupo A recebem uma premiação de R$ 10 mil para o primeiro lugar, R$ 8 mil para o segundo e R$ 6 mil para o terceiro. As que compõem o Grupo B terão as seguintes premiações: R$ 8 mil para a primeira colocada, R$ 6 mil para a segunda e R$ 4 mil para o terceiro lugar.

Festival Estadual – A etapa estadual começa dia 15 e segue até 18 de junho. Já no dia 19, tem os destaques – casais de noivos, rainhas, casais juninos, rainha da diversidade – do estado da Paraíba.

Para as quadrilhas do Festival Estadual de Quadrilhas Juninas, a premiação para o primeiro lugar é de R$ 12 mil; R$ 10 mil para o segundo; R$ 8 mil para o terceiro; R$ 6 mil para o quarto lugar; e R$ 4 mil para a quinta colocada. Do sexto ao trigésimo lugar, cada quadrilha vai receber R$ 2 mil.

Programação – Nesta quarta-feira (12), a noite começa com show da cantora Myra Maya, a partir das 19h. Em seguida, se apresentam as juninas Tico Mia, do bairro de Mangabeira; Santo Antônio, do Jardim Veneza; Paraíba, do bairro da Torre; Aconchego, de Cruz das Armas; Pó de Serra, de Mangabeira; e Sucupira, do bairro Padre Zé.

Na noite dessa terça-feira (11), a programação contou com shows das bandas Forró Saudade e Rainhas da Farra. Se apresentaram as juninas Fogueirinha, do bairro de Cruz das Armas; Flor do Mandacaru, do bairro de Mandacaru; Sanfona Branca, de Mangabeira; Babado de Xita, do Cristo Redentor; e, fechando a noite, a junina Botijinha, de Cruz das Armas. E teve ainda show com Forró Saudade e Rainhas da Farra.

Já na segunda-feira (10), primeira noite do evento, o show foi da cantora Valquíria Santana. No tablado, se apresentaram as juninas Dona Maria, de Mangabeira; Zé Monteiro, do Cristo Redentor; Fulô do Cerrado, dos Funcionários III; Ubando, do bairro Valentina; e Lageiro Seco, do bairro do Roger.