Estado de SP tem 6 das 10 cidades com menores taxas de homicídio do Brasil

junho 18, 2024 Off Por





Atibaia, Botucatu, Salto, Bragança Paulista, Araraquara e Jaú estão na lista das menores taxas de homicídio, segundo o Atlas da Violência



Dados da Secretaria da Segurança Pública apontam que em 2023 estado registrou taxa de homicídio de 5,85 por 100 mil habitantes, o menor número em 23 anos

O Estado de São Paulo tem seis cidades no ranking dos dez municípios com a menor taxa de homicídios do Brasil. De acordo com o Atlas da Violência divulgado nesta terça-feira (18), Atibaia e Botucatu são as cidades paulistas com a menor quantidade de homicídios por 100 mil habitantes, com taxas de 3,2 e 3,4, respectivamente. No Brasil, ficam abaixo apenas de Jaraguá do Sul (SC).

As outras cidades de São Paulo que estão na lista nacional das dez com a menor taxa de homicídio são Salto (taxa de 4,5), Bragança Paulista (4,5), Araraquara (4,5) e Jaú (5,2), todas no interior paulista.

Leia mais: Estado de SP fecha 2023 com a menor taxa de homicídios da série histórica

Na lista das 20 cidades com menos casos por 100 mil habitantes, 12 são paulistas. Além das já citadas, são elas Poá (taxa de 5,8), Mogi das Cruzes (6), Valinhos (6,3), Votorantim (6,3), Marília (6,3) e Itu (6,5). Por outro lado, o estado não tem nenhuma cidade entre as 20 consideradas mais violentas do país.

O ranking leva em conta os 319 municípios brasileiros com mais de 100 mil habitantes. Desse total, 57 apresentaram taxas menores de 10 homicídios por cem mil habitantes, sendo 32 deles em São Paulo, ou seja, 56%.

O Atlas da Violência é feito em parceria entre o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Os dados são de 2022.

Queda de homicídios

De acordo com o Atlas da Violência, entre 2012 e 2022, o estado de São Paulo teve queda de 55,3% na taxa de homicídios. Já segundo os dados da Secretaria da Segurança Pública, em 2023, o estado registrou 5,85 ocorrências por 100 mil habitantes, o menor número em 23 anos.