Cena de Mulher recebe Dua no Cine Teatro

junho 24, 2024 Off Por Admin

João Paulo Sardinha


Fundação Cultural Cassiano Ricardo

*Colaborou a estagiária Bruna König

O ditado popular diz que ‘o bom filho à casa torna’. E ele se aplica perfeitamente ao projeto Cena de Mulher, que volta a acontecer no Cine Teatro Benedito Alves, região central de São José dos Campos.

O Cine Teatro recebe, em 29 de junho, às 20h, o espetáculo musical “Orações, ritos e festas” – DUA.

O show celebra a América Latina por meio de canções que, passeando por diversos gêneros, países e contextos, têm como tema os ritos que envolvem a relação humana com o sagrado, os ciclos da natureza e o espírito comunitário.

Dua é o encontro entre Bruna Prado (Brasil) e Maria Luana (Uruguai), artistas residentes em São Francisco Xavier. Acompanhando-se de violão, guitarra e percussão, elas criam arranjos a duas vozes para canções do folclore latino-americano, passando por países, além do Brasil, como Argentina, Chile, Colômbia e México.

O projeto estreou em julho de 2022 e, atualmente, circula em São José dos Campos com o espetáculo “Todas as vozes: um rito musical para a terra”, pelo Fundo Municipal de Cultura.

Para o Cena de Mulher, a dupla faz uma seleção de canções compostas por mulheres, destacando compositoras como Violeta Parra (Chile), Natália Lafourcade (México) e outras residentes no municípios, como Mirian Cris, Ana Maria Carvalho e Adriana Mudat.

Bruna Prado

Cantora, compositora e condutora de processos criativos e educacionais envolvendo voz, corpo e canção. Doutora em Música, Mestra em Antropologia Social e Bacharel em Música Popular pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).

Tem dois álbuns-solo, além de singles, videoclipes e participação no disco de outros artistas. Foi professora do curso de Música da Universidade Federal da Integração Latino-Americana, em Foz do Iguaçu (PR). Vive atualmente em São Francisco Xavier, sendo professora do Projeto Colibri de Artes (do Núcleo Educatho), do Curso de Capacitação Técnica em Teatro (mesma escola), nas oficinas culturais da Fundação Cultural Cassiano Ricardo e em seu projeto autônomo “Oficina de (en)cantos”.

Produziu, em 2021, ao lado de Helô Ferreira, o “Festival Cancioneiras” e circula, atualmente, pelo mesmo edital, com o espetáculo “Todas as vozes: um rito musical para a terra”, com Maria Luana, com quem tem o grupo Dua.

Maria Luana

Maria Luana é artista vocal, compositora e terapeuta sonora. Nasceu em Montevideo, Uruguai, e cresceu entre Costa Rica e Brasil. Desde 2014 se dedica a pesquisar diferentes linguagens de improvisação, música vocal, cantos e ritmos ancestrais da América Latina e do mundo, assim como diferentes caminhos para o uso da voz e do corpo como instrumento musical e de expressão artística.

Já se apresentou em vários países e festivais internacionais e tem dois discos lançados. Já cantou com artistas como Lívia Nestrovski, Ná Ozetti, Luiz Tatit, Anais Maviel e integrou grandes projetos como o Coro Juvenil do Estado de São Paulo, o Bloco Ilú Oba de Min, o grupo vocal Nômade (liderado pela moçambicana Lenna Bahule) e a Orquestra do Corpo (projeto dirigido por Fernando Barba de Barbatuques), entre outros. Atualmente está lançando o seu primeiro álbum como solista chamado “MAMÍFERA”.

Serviço

Cine Teatro Benedito Alves
Rua Rui Dória, 935 – Centro


MAIS NOTÍCIAS

Fundação Cultural Cassiano Ricardo