Governo de SP oferece programação cultural diversa em homenagem ao Dia da Mulher

março 8, 2024 0 Por

Museu da Imagem e do Som (MIS) realiza uma mostra de filmes em homenagem a uma figura feminina do cinema mundial

Com a chegada do Dia Internacional da Mulher, celebrado nesta sexta, 8 de março, a Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo organizou uma série de atividades para celebrar a data. As instituições oferecem uma extensa programação de aulas, apresentações, rodas de conversa, exposições e muito mais.

A Escola de Música do Estado de São Paulo – Tom Jobim – também conhecida como Emesp Tom Jobim – preparou uma semana inteira de atividades diárias, com a “Semana Elas & Delas”. A programação teve início na segunda-feira (4) e segue até este sábado (9), valorizando compositoras importantes e o papel feminino na música, o evento conta com a presença de instrumentistas e cantoras, além de contação de histórias e palestras sobre atenção à violência contra a mulher. Para saber mais, acesse o site.

Para quem também acha que “Lugar de Mulher é na Ciência”, o Museu Catavento elaborou um mês inteiro de atividades que visam destacar o papel das mulheres na ciência, gestão cultural e ciências humanas. O evento reforça o compromisso da instituição com a promoção da igualdade de gênero e o estímulo à participação feminina nas áreas científicas. Saiba todos os detalhes no site.

No dia 12, a BibliON, biblioteca digital gratuita da Secretaria sob gestão da SP Leituras, promove um “Bate-papo Literário” com a cantora, compositora, atriz e escritora brasileira Letrux. O encontro acontece das 19h às 20h30 e, para participar, basta fazer a inscrição online pelo link.

No Museu das Favelas, a diversão está garantida. O “Slam das Minas” será a primeira batalha poética com enfoque de gênero em São Paulo, promovendo a literatura em várias formas e utilizando as palavras para reconstruir conceitos e desafiar estereótipos e padrões. O evento acontece no dia 9 de março, às 14h. Já no dia 16, às 15h, o “Baile tá On” oferece muita música periférica, roda de conversa e pocket show, explorando perspectivas das obras e seus diálogos com artistas contemporâneos. A festa também será transmitida ao vivo pelo canal do YouTube do Museu. Acompanhe a programação no link.

Com foco nas mulheres que buscam um novo ofício na área artística e interessadas em empreendedorismo, a Oficina Cultural Maestro Juan Serrano, na Brasilândia, preparou uma oficina híbrida de produção artesanal de roll-ons aromáticos. Uma paleta de aromas será colocada à disposição para cada pessoa conhecer as formas seguras de diluição e desenvolver seu próprio blend (mistura) de óleo essencial. Ao todo são 100 vagas para oficina presencial e on-line. Para se inscrever, basta acessar o link.

Integrando a programação, o Museu da Imagem e do Som (MIS) realiza a sua já tradicional mostra de filmes em homenagem a uma figura feminina incontornável do cinema mundial. Neste ano, apresenta, em parceria com a Pandora Filmes, uma seleção de obras da carreira da atriz e dançarina francesa Juliette Binoche, que completa 60 anos no dia 9 de março. A exposição, que ocorre entre os dias 5 e 10 de março, reúne filmes como Alice e Martin (1998); Paris (2008); O Paciente Inglês (1996); A insustentável leveza do ser (1998); Eu vos saúdo, Maria; e muitos outros. Mais detalhes no link.

Outra grande mulher homenageada na programação é Lygia Clark, que ocupa as sete galerias da Pina Luz com mais de 150 obras que demonstram o legado dos mais de 30 anos de carreira da artista e comemora o seu centenário. Assim, em homenagem ao importante legado da artista, a curadoria da mostra apresenta uma visita especial, nesta sexta-feira (8), às 14h, passando por sua trajetória de vida e evidenciando os espaços conquistados como mulher artista de vanguarda. “Lygia Clark: Projeto para um planeta” está aberta de quarta a segunda-feira, das 10h às 18h. Às quintas-feiras com horário estendido B3 na Pina Luz, das 10h às 20h (gratuito a partir das 18h). Saiba todas as informações no site.

E no Museu Casa de Portinari, em Brodowski, acontece a exposição “Nós, Mulheres”, da fotógrafa Lola Martins, apresentando retratos de mulheres em diferentes fases da vida e em situações diversas: no trabalho, cuidando da casa, sendo amamentadas, retratos posados, espontâneos, artísticos ou mostrando a realidade das mulheres no dia a dia, em suas lutas, glórias, alegrias e tristezas. A mulher, tantas vezes retratada por Portinari, em sua essência real. A mostra está aberta de terça a sexta-feira, das 9h às 17h, e termina somente no dia 28 de março. Para saber mais, acesse.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap