Busca

Cuiabá
Carregando...

? ºC

/

Várzea Grande (MT), 17 de janeiro de 2018 - 05:42

Política

12/01/2018 16:16 Gazeta

Taques rebate sindicalistas e afirma que honrou com reajuste dos servidores

O govenador Pedro Taques (PSDB) rebateu a crítica dos membros do Fórum Sindical de que ele está fazendo uma política salarial desastrosa. De acordo com o tucano, ele respeita a opinião dos servidores, mas ressalta os feitos para o funcionalismo como ter mantido todas as leis de carreiras que foram aprovadas na gestão Silval Barbosa e que seriam o principal motivo dos problemas de caixa atualmente.

“Crítica na democracia é possível e eu como político tenho que ter paciência. Respeito mas discordo desse posicionamento. Todos os aumentos salariais da administração passada foram mantidos pela nossa administraçã. Não existe nenhum que não mantivemos, RGA pagamos todos”, afirma o governador.

Desde o ínicio de sua gestão o tucano desaprova as mais de 100 leis de carreira do funcionalismo aprovadas na última semana do governo anterior. De acordo com o gestor, todas foram editadas sem avaliação dos respectivos impactos econômico, orçamentário e fiscal, como determina a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Quando assumiu o Estado, Pedro Taques afirmou que os servidores não poderiam ser responsabilizados, tampouco penalizados, por leis de carreira “criminosas” aprovadas. O Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), porém, emitiu alerta ao governador em razão de extrapolar o limite prudencial com gastos de pessoal no segundo quadrimestre de 2017.

Análise dos Relatórios Resumidos de Execução Orçamentária (RREO) e dos Relatórios de Gestão Fiscal (RGF) demonstram que o Poder Executivo comprometeu 47,39% da receita com pessoal, ultrapassando o limite prudencial de 46,55%.


VGNews

Endereço: Av. Castelo Branco-Nº.1640- Sala- 202- Agua Limpa-Várzea Grande-MT 

E-mail: vgnewsmt@gmail.com

Telefone: (65) 3686-3213 

Redes Sociais

© Copyright  2010-2017 VG News 

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo