Busca

Cuiabá
Carregando...

? ºC

/

Várzea Grande (MT), 22 de novembro de 2017 - 01:47

Detonando

03/11/2017 16:37

Câmara amanhece cercada de cruzes

Por Folha de Araputanga

 

A Câmara Municipal de Araputanga amanheceu neste dia 02 de novembro (finados), “cercada” com onze  cruzes fincadas à sua volta (uma para cada vereador?). 
 
AQUI JAZ
 
Frases como “Aqui jaz a falsidade, Quando os que mandam perdem a vergonha, os que obedecem perdem o respeito e, aqui jaz a esperteza”, entre outras, estão bem visíveis, anexas às cruzes, em frente e ao lado da sede do Poder Legislativo Municipal.
 
O manifesto externo, silencioso e simbólico, que ocorre no dia de finados, não faz menção direta a nenhum vereador, apesar de, no conjunto, haver onze cruzes fincadas nas imediações da Câmara.
 
DESCONTENTAMENTO
 
O primeiro sinal de descontentamento com atitudes tomadas no Legislativo neste ano de 2017 surgiu na imprensa, no dia 10 de maio, quandohouvera o corte das árvoresque faziam sombra próximo ao prédio da Câmara. A justificativa para decisão amparou no fato que as raízes da espécie plantada causavam problemas à edificação e, para desobstruir a calçada.
 
VERBA INDENIZATÓRIA
 
No país com treze milhões de desempregados e sob cortes de gastos que atingem a qualidade de vida da população, os vereadores de Araputanga tomaram uma decisão polêmica: aumentaram em R$1.000,00 (mil reais), a verba indenizatória.
 
A decisão causou reprovação da população que se manifestou pelas redes sociais. Na mesma mídia, um áudio gravado, atribuído a um vereador, ironizava os revoltados com o aumento da “verba”, recomendando que se candidatassem para disputar o cargo de vereador; essa fala maliciosa fez o caldo entornar por completo, porque na mesma gravação, o autor afirmara que o aumento na verba era para doar dinheiro ao povo “pedinte”, em R$20 – 30 – 50 e 100,00 reais.
 
DIÁRIAS
 
A reportagem da Folha demonstrando pagamento de diárias a vereadores, em montante que supera a casa de quatro mil reais, foi a pá de cal, que selou o “divórcio” do povo com o grupo que legisla atualmente. A concessão de diárias tem amparo legal, porém o tema não encontra respaldo moral no conceito da população.
 
CRUZES
 
Faltando 38 meses para completar o mandato dos que foram eleitos em 2016 e, com decisões que causaram desgaste acentuado na imagem dos vereadores, particularmente a partir do mês de setembro/17, parece que não será tarefa fácil retomar o conceito de credibilidade junto ao povo de Araputanga.
 
SESSÃO VAZIA
 
O baixo apoio popular aparece em fotos feitas na Sessão de segunda-feira 30 de outubro; literalmente, os vereadores falaram para meia dúzia de pessoas que se faziam presentes, dos quais, uma era da imprensa e pelo menos outras duas, da Assessoria de vereadores.
 
COMO SE DIVULGA A SESSÃO
 
A existência da Rede Social deu voz ao povo. Nessa seara, na terça-feira dia 31 de outubro, algumas pessoas que viram fotos do interior da Câmara Municipal durante a Sessão do dia 30, onde as cadeiras da galeria estavam vazias, teciam comentários cobrando divulgação adequada do dia em que ocorre as Sessões.


VGNews

Endereço: Av. Castelo Branco-Nº.1640- Sala- 202- Agua Limpa-Várzea Grande-MT 

E-mail: vgnewsmt@gmail.com

Telefone: (65) 3686-3213 

Redes Sociais

© Copyright  2010-2017 VG News 

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo