Busca

Cuiabá
Carregando...

? ºC

/

Várzea Grande (MT), 19 de novembro de 2017 - 13:42

Artigos

28/10/2017 17:05

Dia 29 de outubro-Dia Mundial do AVC

O acidente vascular cerebral (AVC), ou derrame cerebral, ocorre quando há um entupimento ou o rompimento dos vasos que levam sangue ao cérebro provocando a paralisia da área cerebral que ficou sem circulação sanguínea adequada. Existem dois tipos de AVC: um isquêmico (AVCI) por entupimento de um vaso do cérebro e um outro hemorrágico (AVCH) que ocorre pelo rompimento de vasos cerebrais.

 

Por ser uma das doenças que mais matam no mundo, o AVC é uma urgência médica e necessita de tratamento imediato, pois quanto antes diagnosticado o que está acontecendo, menos danos o paciente sofrerá. No Brasil, o AVC é a principal causa de morte por incapacidade: são 130 mil pessoas que morrem vítimas da doença. Os principais sintomas podem ser:

           

  • Diminuição ou perda súbita da força na face, braço ou perna de um lado do corpo
  • Alteração súbita da sensibilidade com sensação de formigamento na face, braço ou perna de um lado do corpo
  • Alteração aguda da fala, incluindo dificuldade para articular, expressar ou para compreender a linguagem
  • Dor de cabeça súbita e intensa sem causa aparente

 

Existem vários fatores de risco, dentre eles, destacam-se: tabagismo, diabetes, obesidade, alcoolismo, hipertensão arterial, aumento de colesterol, história de AVC na família, uso de drogas, entre outros.

 

O diagnóstico é baseado nos sintomas que o AVC pode trazer, sendo muito importante a investigação precoce através da realização de uma tomografia de crânio simples.

 

O tratamento e a reabilitação da pessoa vitimada por um AVC dependerá sempre das particularidades que envolvam cada caso. Há recursos terapêuticos que podem auxiliar na restauração das funções afetadas. O tratamento deve ser individualizado para cada paciente, podendo ser realizado medicações simples ou até procedimentos modernos de alta complexidade para a recuperação da área do cérebro afetada. Atualmente, existem várias opções de tratamento que conseguem reverter no AVC no inicio, dependendo do tempo que o paciente é submetido a tal procedimento.

 

Muitos fatores de risco contribuem para o seu aparecimento. Alguns desses fatores não podem ser modificados, como a idade, a raça, a constituição genética e o sexo. Outros fatores, entretanto, podem ser diagnosticados e tratados, tais como a hipertensão arterial (pressão alta), a diabetes mellitus, as doenças cardíacas, a enxaqueca, o uso de anticoncepcionais hormonais, a ingestão de bebidas alcoólicas, o fumo, o sedentarismo (falta de atividades físicas) e a obesidade. A adequação dos hábitos de vida diária é primordial para a prevenção do AVC. É necessário o paciente sempre realizar seu check-up neurológico no intuito de prevenir certas doenças neurológicas importantes.

 

Dr. Adailton A. dos Santos Jr. é Neurocirurgião especialista em Neurocirurgia Vascular e Microcirurgia na Gastro MT e Membro Titular da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia

 

Email: adailtonarcanjo@yahoo.com.br


VGNews

Endereço: Av. Castelo Branco-Nº.1640- Sala- 202- Agua Limpa-Várzea Grande-MT 

E-mail: vgnewsmt@gmail.com

Telefone: (65) 3686-3213 

Redes Sociais

© Copyright  2010-2017 VG News 

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo